O que levar em conta na hora de escolher a escola para seu filho

Qui, 21 de janeiro de 2021 às 15:02

É sempre uma tarefa difícil escolher o lugar que será responsável pela formação educacional dos filhos. É na época de final do ano, geralmente, que pais começam a buscar as melhores opções de escolas, que possam atender suas expectativas e necessidades. Nesse ano atípico de pandemia e isolamento social, é comum que os cuidados sejam ainda maiores, assim como o receio de que os filhos estejam seguros no retorno presencial.
O ano de 2020 foi complicado para diversos setores, mas principalmente para a educação. As escolas pararam em março e somente puderam retornar às atividades presenciais cerca de seis meses depois, o que é plausível diante da situação. Esse período de retorno, portanto, é um momento para pensar qual tipo de escola atende ao que os pais mais precisam. Por isso, alguns fatores precisam ser levados em conta na hora de escolher a escola para os filhos.

1) Ambiente seguro
É fundamental pensar numa escola preocupada com a segurança de seus funcionários e alunos. Nesse período, é importante que a instituição siga os protocolos dos órgãos reguladores, mas também possua seu próprio protocolo interno para que sirva como apoio àquele oficial. Isso porque é preciso adequar as medidas de acordo com cada realidade.

2) Gestão da emoção
A pandemia, de fato, trouxe consequências não só diretas como o isolamento social, mas também indiretas, como o fato de pais e filhos terem que lidar com os imprevistos instaurados. Entre tantos, a gestão da emoção foi a que ganhou maior destaque. Saber lidar, reagir e entender as atitudes humanas é o que faz de um ser diferente do outro.
Por isso, não só na pandemia, mas em todos os momentos da vida, é preciso uma escola que estimule isso desde a educação infantil, ajudando os alunos a entenderem suas emoções e descobrirem suas próprias soluções.

3) Infraestrutura
Além de tudo isso, é preciso um espaço que seja possível experienciar e exercitar atividades determinadas pela proposta pedagógica. Laboratórios científicos, tecnológicos e artísticos são apenas alguns dos ambientes que se pode unir a pesquisa com o aprendizado. 
O incentivo à leitura, claro, não pode passar batido. Os projetos de literatura são trabalhados desde a educação infantil, com contação de histórias, até o ensino médio, com a retirada de livros e trocas de experiência literária.
Uma infraestrutura pensada para experimentar o conteúdo de uma forma diferente, com tecnologia e sempre pensando na gestão da emoção é um dos fatores que se deve levar em conta na hora de escolher uma escola para os filhos. É necessário também um ambiente que ofereça segurança, equipado com câmeras registrando a entrada e saída dos alunos.
Por fim, uma escola que trabalha fortemente o socioemocional, a tecnologia e o conteúdo é aquela que pensa na formação integral e que tem como propósito transformar vidas por meio da educação.

Galeria de Fotos: